Meteorologia

S. Nicolau: Câmara Ribeira Brava propõe alteração da data consagrada ao dia município

|

Vila da Ribeira Brava, 26 Out (Inforpress) - A Câmara Municipal da Ribeira Brava vai propor à Assembleia Municipal a alteração da data da celebração do dia deste município para o dia 30 de Agosto, passando a efeméride a coincidir com a data da elevação da povoação da Ribeira Brava à categoria de vila.

Para o elenco camarário presidido por Américo Nascimento já não faz muito sentido o município da Ribeira Brava continuar a celebrar o seis de Dezembro como o dia deste município, quando essa data é consagrada ao santo padroeiro da ilha de S. Nicolau, ou seja, dos dois municípios: Ribeira Brava e Tarrafal.

A proposta da edilidade ribeira-bravense consta da ordem de trabalhos da próxima reunião da Assembleia Municipal da Ribeira Brava, marcada para o dia 30 deste mês.

CH

Inforpress/fim

Ministro das Infra-estruturas vai a São Nicolau com propostas concretas

|


O ministro do Estado, das Infra-estruturas, Transportes e Telecomunicações inicia este Sábado, 17, uma visita à ilha de São Nicolau. Na sua visita à ilha, Manuel Inocêncio Sousa vai dar início às obras que vão recuperar as infra-estruturas danificadas pelas últimas chuvas. Altura também para o arranque da estrada do Tarrafal - Ribeira Prata. Obras que, segundo o Ministro, “estão contempladas no esforço do novo ano económico”. A reabilitação das estradas nacionais de São Nicolau vai exigir dos cofres do Estado entre 100 e 150 mil contos. “É preciso continuar as obras da estrada que liga o Tarrafal à vila de Ribeira Brava e esta ao Aeroporto para que a viagem entre o aeroporto e o Tarrafal fique mais rápida”.

Manuel Inocêncio Sousa, que permanecerá na ilha de Chiquinho até ao dia 21, quarta-feira, pretende com esta deslocação potenciar fortes intervenções de relançamento desta ilha, designadamente no que tange à recuperação das estradas e vias obstruídas pelas cheias.

O propósito desta visita, segundo o MITT, é reunir forças para relançar obras de importância para a modernização da ilha. Para o efeito, Inocêncio Sousa está acompanhado por responsáveis algumas instituições sob a sua tutela, entre os quais o director geral das Infra-estruturas e o presidente do Instituto de Estradas. “Serão dias de intenso trabalho no sentido de reunir as vontades na ilha e fora para que São Nicolau possa reconquistar a determinação para o futuro, em que o sector das infra-estruturas, transportes e afins implicados com o desenvolvimento económico e social é fundamental”, afirma.

Hoje, sábado, a delegação visitará a aerogare da Preguiça, no quadro da consignação da obra de remodelação e ampliação, a zona Leste do concelho e a Vila da Ribeira Brava, com destaque para o traçado da estrada vila/aeroporto e a estrada da Ladeira da Igreja. No Domingo, o MITT e seus acompanhantes visitarão todo o Vale da Ribeira Brava, a estrada asfaltada Vila/Caminho Novo, com passagem por Queimadas e o vale da Fajã, mais concretamente as vias de penetração.

Estão agendadas ainda deslocações à Maré Pede, Hortelã, Palhal, estrada asfaltada Caldeira/Vila do Tarrafal e às principais ribeiras que desembocam na Vila do Tarrafal. O governante irá ainda à Praia Branca, com passagem por Praia Grande e local de extracção de areia de mina, estaleiros da empresa de construção Carolina, Ribeira Prata, cais de pesca e cabotagem do Tarrafal e às zonas com PUD´S em elaboração – Cacimba, Morrinho das Pedras e Ponta de Portinho Norte.

Antes do regresso à Capital, o ministro reunir-se-á com os presidentes das duas câmaras municipais para fazerem um balanço desta volta àquela ilha.

MADRRM em S.Nicolau para avaliar estragos e definir plano de intervenção

|


O ministro de Ambiente, do Desenvolvimento Rural e dos Recursos Marinhos, José Maria Veiga chefia uma missão que se desloca neste sábado, 10, à ilha de São Nicolau, para se inteirar dos danos causados pelas cheias e elaborar um plano de intervenção urgente para minimizar os prejuízos registados.

A equipa técnica integra os directores gerais e quadros centrais daquele Ministério, com destaque para os dos sectores da engenharia hidráulica, agricultura, silvicultura e pecuária. Estes devem permanecer até à próxima quarta-feira na ilha do Chiquinho.

«Vamos à ilha de S.Nicolau com o objectivo principal de se inteirar e avaliar dos estragos causados recentemente pelas chuvas, principalmente na Vila da Ribeira Brava, onde os danos foram elevados. Depois vamos elaborar, em parceria com outros Ministérios, um plano urgente de intervenção, principalmente no tocante às áreas que integram o Ministério de Ambiente, do Desenvolvimento Rural e dos Recursos Marinhos», avança José Maria Veiga.

O governante acrescenta que a delegação deverá visitar também a zona da Ribeira Prata, no concelho do Tarrafal. Tudo com o propósito de se inteirar da pequena barragem ali construída e das correcções a serem introduzidas. É que, segundo o ministro, a infra-estrutura de 50.000 m3 ficou assoreada com areia e pedras.

«Vamos ter uma forte intervenção nessa região, através do programa de desenvolvimento da Bacia Hidrográfica da Ribeira Prata, financiado em 200 mil contos pela BADEA. O projecto já arrancou e contempla a construção de três diques avançados a montante e a jusante da barragem, bem como o sistema de distribuição de água e rega gota-gota para mais de 30 agricultores dessa área», garante José Maria Veiga, para quem o programa inclui ainda várias outras intervenções nos domínios da conservação do solo e ambiente.

ADP

São Nicolau: Apoios chegam a conta-gotas na Ribeira Brava

|


Duas semanas após cheias que destruíram a Vila da Ribeira Brava (São Nicolau) as autoridades contabilizam ainda os montantes necessários para recuperar aquele município. No terreno já estiveram membros do governo e da Câmara Municipal, representantes do Instituto de Estradas e da Cruz Vermelha, e todos são unânimes em afirmar que os estragos são incalculáveis. Enquanto isso, as promessas das instituições, serviços e pessoas individuais bem como as muitas campanhas de solidariedade, no país e na diáspora, ainda não se traduziram em resultados concretos para as localidades e pessoas afectadas

“As ajudas ainda são muito tímidas. Recebemos alguns alimentos de primeira necessidade, enviados por amigos de São Nicolau residentes em São Vicente, que foram distribuídos na Covoada e no Carriçal. Também temos recebido algumas apoios individuais, que vão nos ajudando a minimizar a situação”, explica Américo Nascimento, presidente da Câmara da Ribeira Brava, que aproveita para agradecer o apoio da CM do Tarrafal e dos jovens auto-organizados que vieram dos locais de residência para socorrer a Vila.

Mas continuam a faltar braços e meios humanos. Exactamente por isso, na passada terça-feira, o executivo camarário da Ribeira Brava reuniu-se para avaliar a situação e conclui que os estragos resultantes das cheias são avultadíssimos. “A Câmara Municipal não tem poupado esforços no sentido de minimizar a situação com intervenções rápidas no terreno e com os equipamentos possíveis, evitando danos maiores, principalmente na Ribeira Brava”.

A prioridade ainda é desobstruir os acessos à Vila da Ribeira Brava e às localidades. "Fica-nos difícil contabilizar os investimentos necessários para fazer as obras. Não queremos atirar números ao acaso. Não queremos fazer alarme e estamos a fazer o impossível para, através do governo e de outras entidades, mobilizar recursos, mas a recuperação da Ribeira Brava é para muitos anos”.

No Tarrafal, o edil António Soares mostra-se mais tranquilo porque os prejuízos são de menor monta. Mesmo assim, a Câmara já enviou ao governo uma proposta no valor de 12 mil contos, que se destina a recuperar estradas, casas danificadas, propriedades agrícolas, entre outros. Quanto às ajudas solidárias, arremata o autarca, "ainda temos só promessas

Ribeira Brava: CM promete trabalhar incessantemente para repor a normalidade

|


A Câmara Municipal da Ribeira Brava esteve reunida, ontem, 29, para analisar a situação no Município.

O elenco camarário constatou que desde 24 de Agosto (altura das primeiras chuvas) até 24 de Setembro, os estragos resultantes são "avultadíssimos", um pouco por todo o Município. Para minimizar a situação caótica, a Câmara Municipal não tem poupado esforços, com intervenções rápidas no terreno e com os equipamentos possíveis, evitando, danos maiores, principalmente na Vila da Ribeira Brava.


Através de uma nota de imprensa, a Câmara Municipal da Ribeira Brava lamenta profundamente a perda de três membros de uma mesma família na localidade de Covoada, resultante das enxurradas que atingiram uma das casas desse povoado. "Houve muitos prejuízos em termos materiais, mas a perda de vidas humanas é irrecuperável".

A CMRB aproveita para agradecer a todos os que nos momentos de aflição tiveram gestos de muita solidariedade para com as pessoas desamparadas e em perigo de vida.
Para o município vizinho, (Câmara Municipal do Tarrafal) CMRB endereça "um agradecimento especial e aos jovens auto-organizados vindos das diferentes localidades do Município em socorro da Vila da Ribeira Brava".

Também às pessoas singulares e colectivas, instituições públicas e privadas, emigrantes, representações diplomáticas que vêm expressando a sua solidariedade para com a Ribeira Brava, a Câmara Municipal da Ribeira Brava expressa, em nome dos Munícipes, o seu agradecimento.

"Com a força e dedicação que caracteriza a nossa população e com o apoio de todos vamos reconstruir o nosso Município e projectá-lo na senda do desenvolvimento".

Uma das medidas implementadas pela Câmara Municipal foi e continua a ser a desobstrução dos acessos na Vila da Ribeira Brava e das localidades.

A CMRB lamenta que a localidade de Carriçal ainda se encontra isolada e uma enorme derrocada no Caminho Novo, no dia 27, acabou por isolar o Município da Ribeira Brava do Município do Tarrafal. A Câmara promete continuar a trabalhar incessantemente para repor a normalidade, no mais curto espaço de tempo possível.

As pessoas carenciadas vão continuar a merecer a atenção da Câmara Municipal. Aquelas famílias que perderam as suas casas e seu recheio terão uma mão amiga e solidária da Câmara Municipal da Ribeira Brava, em especial a família de Covoada que terá uma nova habitação.

"Vamos continuar, juntos, a pouco e pouco, solidariamente, a reconstruir o nosso Município. A tarefa é difícil, mas vamos conseguir, com o apoio de todos".


30-9-2009, 15:36:09
JC, Expresso das Ilhas

As Fotos da derrocada de Caminho Novo

|













Derrocada bloqueia ligação entre Ribeira Brava e Tarrafal

|

Uma derrocada num local denominado “Caminho Novo”, em São Nicolau, bloqueou a ligação entre os municípios da Ribeira Brava e Tarrafal. O desabamento, que aconteceu na madrugada de Domingo, deixou milhares de toneladas de pedras e terra na estrada asfaltada por onde passa a mercadoria descarregada no porto do Tarrafal.

De acordo com informações da Câmara Municipal da Ribeira Brava, foram tomadas medidas imediatas para desobstruir a via com máquinas e camiões. “As máquinas que estavam a ser utilizadas na limpeza da Vila da Ribeira Brava foram enviadas para o local para desobstruírem o `Caminho Novo`”, diz uma fonte na Ribeira Brava.

A derrocada do “Caminho Novo” coincidiu com a visita à ilha de São Nicolau de membros do Conselho Superior da Cruz Vermelha de Cabo Verde, que estiveram no local para avaliar a situação. Elementos das duas edilidades se encontraram na estrada e, juntos, lançaram mãos à obra com a finalidade de desobstruírem, o mais depressa possível, essa via em virtude de haver barcos no porto do Tarrafal com géneros para toda a ilha.

Por outro lado, a visita do Presidente da República à ilha de Chiquinho, que deveria acontecer neste final de semana, foi adiada. A presidência não especifica quais os motivos, mas informa que oportunamente poderá divulgar mais informações ou adiantará outra data para a deslocação de Pedro Pires.

Djunta-mó’ por São Nicolau

|


São vários os chamados de ajuda que pululam pela Internet no sentido de ajudar a ilha de São Nicolau, que foi devastada pelas últimas “azáguas”. “Santiago ajuda São Nicolau” é uma campanha lançada esta semana que pretende angariar roupas e dinheiro para enviar às famílias afectadas pelas intempéries que afectaram a ilha.

Um grupo de são-nicolaenses residente na ilha de Santiago está a promover uma campanha de angariação de fundos destinados a apoiar os afectados pelas intensas chuvas caídas em São Nicolau. Por isso, já está aberta uma conta bancária no BCA com o número 68503923.10.001, onde qualquer pessoa pode deixar a sua contribuição.

Este grupo criou também um banco de recolha de donativos (peças de roupas, panos de cama, alimentos, material escolar, etc) que poderão ser entregues no restaurante/bar “Morabeza Crioula”, situado na localidade de Terra Branca junto da Residencial Nova e da sede da Associação Sócio-Profissional de Polícias (ASP-POP) sita na Várzea da Companhia, prédio verde junto ao Banco Inter-atlântico.

Estes são-nicolenses vão ainda promover um almoço solidário no próximo sábado, 3, em que o prato principal será o “modje de capod” típico da ilha de Chiquinho. A ocasião serve também para angariar fundos e vender rifas de produtos variados.

Novos preços de combustíveis a partir de 07 de Outubro

|


Os preços dos combustíveis comercializados em Cabo Verde devem sofrer uma nova alteração no próximo dia 07 de Outubro. Está é a primeira consequência da aplicação do novo regime de preços máximos, que entrou em vigor no passado dia 29 Agosto. Essa lei determina que a tabela deverá ser revista de dois em dois meses.

Mas antes, mais precisamente nesta quinta-feira, a Agência de Regulação Económica (ARE) promove, na Biblioteca Nacional, uma sessão pública de esclarecimento sobre o Novo Mecanismo de Fixação de Preços dos Combustíveis. Este novo regime surge na sequência do Decreto-Lei nº 19/2009 de 22 de Junho, face à necessidade de se introduzir maiores incentivos para reduzir custos, promover eficiência e realizar investimentos no sector dos combustíveis.

Com este novo regime, a agência passará a actualizar a tabela em períodos mais curtos e com maior cadência. Isso porque o preço máximo de venda ao consumidor será objecto de revisão periódica (de 2 em 2 meses) de forma a reflectir as oscilações do custo de aquisição do produto no mercado internacional.

Refira-se que na última alteração dos preços dos combustíveis em Cabo Verde, resultante da aplicação do Novo Mecanismo de Fixação dos Preços, a gasolina que antes custava 103$70 passou a ser comercializado pelo preço máximo de 138$10 e o gasóleo a 90$90/litro.

Cidadão Nigeriano detido com droga em S. Nicolau

|

O cidadão nigeriano Ibraim Eze, de 37 anos, foi detido pela Polícia Nacional, na passada terça feira, em Tarrafal de São Nicolau, na posse de 13 pedras de crack. O indivíduo foi preso em flagrante delito e já está em prisão preventiva.

O Comandante da Esquadra da Policia Nacional de Tarrafal de São Nicolau disse ao asemanaonline que “o indivíduo já era tido como suspeito de tráfico de droga e estava a ser seguido pela Polícia Nacional há muito tempo”.

José Augusto Andrade adiantou ainda que Ibraim Eze vive na Vila de Tarrafal há cerca de três anos e foi detido pela PN com a droga, depois de regressar recentemente da Nigéria.

Ibraim Eze foi apresentado ao tribunal nesta quarta feira, dia 30 de Setembro, e ficou a aguardar julgamento em prisão preventiva.

Joana Andrade

 

©2009 São Nicolau News SNNEWS